10 dicas para melhorar o desempenho do seu site

site fora do ar

Dicas para evitar que o seu site fique fora do ar

 

Introdução

 

Site fora do ar é um dos pesadelos de quem tem um negócio online pois isso pode comprometer diretamente sua empresa, seja ela física ou virtual. Mas infelizmente isso pode acontecer.

 

Conheça 10 motivos que podem deixar o seu site fora do ar e entenda o que você pode fazer para evitar que isso aconteça.

 

1. Domínio

Quando um domínio é registrado pelo usuário a validade é de um ano. Muitas pessoas não entendem isso ao contratar os planos de hospedagem, por exemplo, e acreditam que o domínio é vitalício. Não é.

 

Outra coisa que se confunde é a contratação e renovação de um domínio e de uma hospedagem. São ações totalmente diferentes e necessárias para garantir que o site continue no ar. Pode também acontecer de se contratar uma hospedagem sem domínio, no qual o registro de domínio pode ser feito separadamente.

 

É preciso renovar anualmente o seu domínio. Do contrário, seu site ficará fora do ar pois sem o domínio não é possível ser encontrado na internet e pode fazer com que seu site fique fora do ar.

 

Solução: mantenha a renovação e pagamento do seu domínio em dia. Caso já tenha expirado o prazo, verifique se o seu domínio ainda continua disponível. Geralmente as empresas de hospedagem comunicam sobre domínios a expirar, renovação e prazos antes do seu domínio se tornar público disponível ao novamente.

 

Consulte o status do seu domínio no Who is e no Registro.br, sendo este somente para domínios nacionais.

 

2. Servidor

Pane, mau funcionamento, sobrecarga, problemas de configuração, ataques DDoS ou DDo. Todos esses motivos podem ser causas para que servidores dedicados ou virtuais deixem um ou vários sites fora do ar.

 

Solução: Se você sabe que a causa é o servidor virtual, verifique as configurações e se não há algum código quebrado que esteja causando o dano. Caso não tenha conhecimento técnico para isso, conte com o suporte do seu servidor. Alguns serviços incluem suporte 24/7.

 

Outra solução é verificar os logins de acesso e analisar os dados para ver se existe algum acesso malicioso. A existência disso pode bloquear o acesso para determinadas faixas de IP.

3. Problemas e erros de Programação

No momento da programação de um site, uma única letra fora do lugar pode comprometer todo o funcionamento e deixar o seu site fora do ar.

 

Solução: Para se arriscar a manipular a programação do seu site é esperado que você tenha conhecimento técnico pra isso ou deixe por conta do programador. O que deve ser feito é identificar o erro e consertar a codificação do site conforme a sua linguagem. Além disso, sempre teste as alterações em servidores locais antes de publicar nos servidores de produção.

4. Ataques e invasões de hackers

Mais comuns em sites com informações valiosas, instituições financeiras e banco de dados, ataques e invasões de hackers podem acontecer por pessoas mal intencionadas para tomar posse ou prejudicar marcas e empresas.

 

Ataques DDOs são causados por máquinas fantasmas que forçam o acesso simultâneo sobrecarregando do servidor e podem causar lentidão e até mesmo tirar o site do ar.

 

Solução: Para qualquer site recomendamos o investimento em segurança digital. Desde certificados de segurança, senhas elaboradas e monitoramento de quaisquer alterações no site que não estejam dentro da rotina. Outra dica importante é o uso de um CDN que mantém réplicas de conteúdo na memória (cache) e entrega aos visitantes mesmo com o site fora do ar.

5. Problema com a hospedagem de sites

Problemas na infraestrutura da empresa que oferece sua hospedagem de sites podem acontecer e fazer com que o seu site e de outras milhões de pessoas sejam atingidos e até fiquem fora do ar.

 

Solução: Não tem onde recorrer quando o problema é na hospedagem se não a eles mesmo. Por isso tenha certeza de ter contratado a melhor hospedagem de sites.

 

Dependendo do tempo em que o seu site ficou fora do ar e os danos causados, é possível pedir ressarcimento dos prejuízos caso seja previsto em contrato. Recomenda-se também que faça o backup do seu site com frequência e salve em outro local que não seja a hospedagem de sites.

 

6. Incompatibilidade com aplicações e plugins

Instalar novos aplicativos e plugins pode gerar incompatibilidade e “confundir” o servidor sem saber para onde direcionar aquele acesso. Isso pode fazer com que o seu site fique fora do ar. O mesmo pode ocorrer caso instale plugins ou script de procedência duvidosa que podem conter vulnerabilidade no site e abrir caminhos para possíveis invasões.

 

Outra causa seria a incompatibilidade da versão do PHP da hospedagem. Um exemplo disso é se o plugin ou script foi desenvolvido para PHP 5.6 e na hospedagem tiver rodando PHP 7.x o plugin pode apresentar problemas.

 

Solução: Identifique qual aplicativo ou plugin está com problemas e exclua. Mas antes de excluir tenha certeza de que isso não afetará as demais áreas do seu site. É recomendado que conte com uma ajuda profissional para isso.

7. Acesso ao banco de dados

Caso você utilize algum CMS no seu site, como o WordPress, é possível que aconteçam erros ao estabelecer uma conexão. Isso pode acontecer porque o seu banco de dados está corrompido, seus dados de login estão errados ou o servidor que hospeda o seu banco de dados está inativo.

Solução: Verifique o que causa o erro, as configurações de conexão do banco de dados e entre em contato com a sua empresa de hospedagem. Este vídeo ensina passo a passo como solucionar esse erro.

 

8. Site mal optimizado

Um site pesado, que demora para carregar e mal otimizado pode sobrecarregar o servidor de hospedagem e deixar o seu site lento e até mesmo fora do ar.

 

Solução: Use as boas práticas de otimização, sistemas de cache e removas os scripts desnecessários. Utilize ferramentas para medir o desempenho e velocidade do seu site em diferentes dispositivos.

 

Também na sua hospedagem atual verifique se há um sistema de compactação que melhora o desempenho.

 

9. Servidores DNS

DNS vem da sigla Domain Name System e resolve o nome de domínios para um determinado endereço de IP. É o caminho entre um e outro, pois ele traduz o endereço do IP para o nome do domínio e faz a conexão com o site.

Solução: Este site permite saber conferir o status real do DNS e a também a disponibilidade. Alterações e redirecionamento de NS devem ser feitos manualmente quando é feito a troca do servidor de hospedagem.

 

10. Problema do usuário

 

Um dos motivos primários que podem gerar problemas na hora de acessar um site está diretamente ligado a conexão de internet do usuário bem como vírus ou scam na máquina.

 

Solução: Verifique sua conexão com a internet e faça manutenção e atualização da sua máquina com frequência.

 

Como saber se meu site está realmente fora do ar?

Nem sempre o problema está no site ou na tecnologia dele. Para consultar se um site está realmente fora do ar consulte ferramentas como o Fora do Ar e o esta ferramenta que diz se o seu site está fora do ar para todos da rede ou somente para você.

Conclusão

 

Ao lançarmos um site, blog ou loja virtual não esperamos passar por estes problemas mas eles existem e precisamos estar dispostos a resolvê-los.

 

Mantenha a manutenção do seu site em dia e invista na segurança. Muitos desses problemas podem ser evitados com um serviço de hospedagem de site de alta qualidade e com garantia de uptime, que varia de 99,5 a 99,9%.

 

Este artigo foi produzido pela Hostinger, que oferece hospedagem barata com uptime de 99,9%, registro de domínio grátis e certificado SSL para planos anuais.

 

This post is also available in: Inglês