HTTPS, URLs curtos e Markup melhoram o SEO do seu site?

Colocar o seu site no topo do Google é uma estratégia de retorno a longo prazo que não só vai aumentar as vendas no seu comércio eletrônico, mas diminuir também seus gastos com mídia paga.
É importante não só cuidar dos conteúdos, como também da estrutura do site. Por exemplo: Seu site carrega rápido? Suas URLs são amigáveis? Usa HTTPS para ser mais seguro?

Por isso, neste post, extraímos de uma pesquisa realizada pela Backlinko 3 importantes dicas de SEO relacionadas à estrutura do site, para você aplicar hoje mesmo e começar a ver os resultados.

HTTPS está correlacionado com melhor ranqueamento!

No ano passado, o Google convocou webmasters para que mudassem seus sites para uma conexão segura, através de HTTPS. Eles até chamaram o HTTPS de um “sinal de ranqueamento”. Mas o que os dados dizem?

Embora não tenha uma correlação forte, a Backlinko descobriu que o HTTPS esta sim relacionado com um ranqueamento melhor na primeira página do Google.

Isso significa que você deveria migrar para HTTPS? Obviamente, a decisão é sua.

Mas mudar seu site para HTTPS é um projeto sério que pode causar problemas técnicos se não for bem planejado e realizado.
Então, antes de você introduzir o HTTPS, confira esse guia feito pelo Google.

Resumo da dica de SEO: Já que a associação entre o HTTPS e o ranqueamento do Google não foi tão forte – e o fato de que mudar para HTTPS não é um projeto tão simples – não recomendamos mudar imediatamente para o HTTPS. Mas, se você estiver iniciando um novo site, é melhor que o HTTPS já esteja desde o inicio.

Pra facilitar este processe, uma dica para lidar com os chatos detalhes de instalação de um certificado HTTPS é utilizar um Certificado SSL Gratuito, como o oferecido pela CDN GoCache.

 

Não existe relação entre Schema Markup e o Ranqueamento!

Existem vários comentários sobre a relação entre Schema markup e SEO.

A teoria surgiu de alguma coisa desse tipo: Schema markup dá aos buscadores uma compreensão melhor do que seu conteúdo significa. Esta compreensão mais detalhada irá incentivá-los a mostrar o seu site para mais pessoas.

Por exemplo, você pode usar o , dentro da tag de dados estruturados para deixar que o Google saiba que, quando você usar “Star Wars”, você está se referindo ao filme original, não a franquia como um todo.

Ou você pode usar o Schema para mostrar ao usuário a classificação dos produtos dentro do seu e-commerce, mostrando as famosas estrelinhas abaixo do link.

Todas essas coisas deveriam normalmente ajudar o site a ranquear. Na verdade, John Mueller, do Google, sugeriu que eles poderiam usar dados estruturados como um sinal de classificação no futuro.

No entanto, de acordo com a análise da Backlinko, a presença de dados estruturados não tem relação com o ranqueamento do Google. Talvez porque o Google tenha notado que esses Schema pode ser manipulados de uma forma que não será interessante para o usuário, apenas para melhorar o SEO.

Resumo da dica de SEO: Sinta-se livre para usar dados estruturados em seu site. Mas não espere que ele tenha um impacto direto no seu ranqueamento. Talvez, essas informações ajudem em um aumento de CTR, que acabará influenciando no aumento de tráfego, mas atualmente não está diretamente relacionado ao ranqueamento.

 

URLs curtas ranqueam melhor do que URLs longas!

Geralmente recomenda-se que as pessoas usem URLs curtas para melhorar o SEO da página. Mas, por que?

Existem duas razões: Primeiro, uma URL curta como gocache.com/meu-post é mais fácil para o Google entender do que gocache.com/1/12/2016/blog/category/esse-e-o-titulo-do-meu-post.

Na verdade, de acordo com o Matt Cutts do Google, depois de 5 palavras na sua URL os algoritmos começam a valorizar menos essas palavras e simplesmente não dão muito crédito.
Então, o banco de dados do Google prefere URLs mais curtas.

Felizmente, essa dica de SEO é simples de ser colocada em prática. Sempre que você publicar um novo conteúdo, torne a URL curta e simples.

Se você usa o WordPress, você pode definir o Link Permanent (permalink) para Nome do Post (post name):

Então, sempre que você escrever um post, modifique a URL para um título simples e direto:

Observação importante: tenha certeza que as URLS amigáveis só sejam aplicadas nos seus futuros posts. Se você muda os links de posts antigo pode ter sérios problemas relacionados ao ranqueamento e seria preciso fazer redirects 301 (que redirecionam uma URL que mudou para uma nova permanentemente) para tentar manter o mesmo posicionamento.

Por exemplo, a URL do post: O que é SEO ? E como isso funciona? é simplesmente a palavra chave “o-que-e-seo-e-como-funciona”

Segundo, uma URL longa tende a apontar para uma página que está há vários cliques de distância da página inicial. Isso geralmente significa que essa página possui uma autoridade menor. Menos autoridade, consequentemente significa posicionamento mais baixo.

Resumo da dica de SEO: Use URLs curtas sempre que possível e dê ao Google um entendimento maior sobre o que o seu conteúdo diz.

 

Conteúdos com pelo menos uma imagem performam melhor do que conteúdos sem nenhuma imagem!

Estudos descobriram que as páginas com boas imagens tendem a gerar mais visualizações e compartilhamentos sociais.

Isso sugeriu que, incluir muitas imagens dentro do seu conteúdo aumentaria as interações de usuário, e assim poderia melhorar o seu ranqueamento no Google.

Para medir o impacto do uso da imagem nos rankings, a Backlinko analisou a presença ou ausência de uma imagem no corpo da página (em outras palavras, no conteúdo da página)

De acordo com esses estudos, usar pelo menos uma imagem em seu conteúdo é significativamente melhor do que não ter nenhuma imagem.

No entanto, quando analisamos o link entre o número total de imagens e rankings, não encontramos nenhuma correlação.
Isso sugere que existe um ponto de diminuição da efetividade dessa estratégia de SEO.

Resumo da dica de SEO:
Usar uma única imagem é claramente melhor do que nenhuma imagem. Porém, incluir muitas imagens não parece ter um impacto grande nos mecanismos de pesquisa.

Gostou das dicas de SEO?

Com alguns pequenos detalhes você já  pode estruturar melhor a sua página e começar a rankear melhor hoje mesmo.

Dica bônus: Mesmo alterando todos esses de  talhes, um fator crucial não só para SEO, mas também para a experiência do usuário no seu site é a velocidade de carregamento da sua página.

E uma boa solução para melhorar a velocidade do seu site é utilizar uma rede de distribuição de conteúdo, ou CDN (Content Delivery Network).

CDN é uma rede de servidores que armazenam réplicas do conteúdo de outros sites na memória (cache) e depois os entrega aos visitantes, baseando-se na localização geográfica para conectá-los ao servidor mais próximo e mais rápido, reduzindo o tempo de transferência dos dados (latência). Assim o tempo de abertura de seu site ou loja diminuirá consideravelmente. Isto aumenta o engajamento dos visitantes e melhora, consequentemente, as taxas de conversão de seu e-commerce, ou a receita com publicidade de seu site.

Quer entender melhor como funciona? Agente um bate papo com a gente, e teste por 7 dias.