, ,

6 truques e dicas de SEO para vencer seus concorrentes

Nesta publicação, você descobrirá 6 importantes truques e dicas de SEO para ajudar seu site, loja virtual ou blog a vencer seus concorrentes em 2017 e nos próximos anos.
Para a maioria dos blogueiros e proprietários de sites, as principais atividades de SEO se resumem a criar links em sites confiáveis de alta qualidade, trabalhando duro na promoção de conteúdo, buscando pessoas influenciadoras e assim por diante.

Embora essas coisas sejam certamente necessárias porque elas dão ótimos resultados, elas funcionam ainda melhor quando estão emparelhadas com uma boa otimização técnica do site.
O bom SEO é sobre como tornar o seu site amigável para os mecanismos de busca, o que, por sua vez, aumenta muito seu ranking nas consultas.

Então, como você se certifica de que você fez tudo para garantir que seu SEO irá funcionar?
Nós preparamos uma lista de verificação detalhada dos melhores truques técnicos de SEO que você pode seguir para ultrapassar seus competidores.

1. Otimização para mobile

Desde o ano passado, as plataformas móveis ultrapassaram os dispositivos desktop quando se trata de consumo de conteúdo, e o Google seguiu o exemplo, já que o índice móvel se tornou seu índice principal de pesquisa.

uso de internet por dispositivo

 

Além disso, de acordo com os números do Relatório de Tendências da Internet ‘Mary Meeker’ para 2017, a taxa de crescimento das vendas de smartphones aos clientes diminuiu de 80% para apenas 3%, o que mostra que a maioria das pessoas tem um smartphone hoje em dia.

Veja como você deve otimizar para mobile:

Design responsivo: Este tipo de design depende do mesmo código HTML, independentemente do dispositivo, mas o torna diferente dependendo do tipo de exibição, o que resulta em uma visão ideal sempre. O Google prefere também páginas web responsivas.

Velocidade da página: Como nem todos os dispositivos móveis possuem conexões de hardware ou de internet suficientemente potentes, a velocidade da página é essencial em dispositivos móveis. Você precisará compactar suas imagens, tornar seu código leve e fazer uso do cache. Uma dica pra fazer parte desse serviços é utilizar um CDN, que irá otimizar o uso da cache e imagens nos navegadores, além de responder muito mais rápido às requisições de dados.

Deixe seus Meta Títulos e descrições “amigáveis para SEO”: Isso é bastante semelhante ao que você faria ao otimizar a área de trabalho. Mas, você precisa ser ainda mais conciso aqui, porque há menos espaço de tela disponível.

AMP: Também conhecido como Páginas Mobile Aceleradas, são versões reduzidas de páginas HTML, que podem aumentar a velocidade da página, tempos de carregamento mais rápidos, bem como o envolvimento do usuário.
Quanto a como você deve otimizar, concentre-se mais em tornar suas manchetes mais atraentes em vez de infundi-las com palavras-chave. Inclua chamadas para ação. Além disso, use uma imagem em destaque que atinja sua atenção.

Usar marcação semântica correta: Quando você usa “marcação de esquema” (schema markup), você está dizendo ao mecanismo de pesquisa quais são suas palavras, e não apenas o que elas dizem.
Por exemplo, procurar por “Vingadores” pode resultar em você encontrando mais informações sobre a franquia de filmes bem-sucedida, quando na verdade você procurava uma definição da palavra. É por isso que você precisa fornecer ao mecanismo de pesquisa os dados corretos do vocabulário.

 2. Otimizar a busca por voz

Embora fosse uma novidade no passado, a busca por voz tem crescido em termos de popularidade, e é por isso que é tão importante que otimize para isso. Veja como:
Concentre-se em palavras-chave de Long-Tail (cauda longa). Enquanto a maioria das pessoas escreve em poucas palavras, quando se trata de voz, há maior probabilidade de explicações detalhadas, que devem ser suas palavras-chave de cauda longa (Long Tail Keywords).

dicas de buscas

Utilize linguagem humana:  Em vez de pesquisar palavras-chave, tente fazer um brainstorm sobre os tópicos que seus seguidores podem realmente procurar. Pense mais em termos de discurso humano real. Você pode testar as consultas você mesmo e ver como elas são efetivas.

Faça o seu conteúdo de “perguntas frequentes” mais amigável: Em vez de apenas obter todas essas respostas em suas páginas de perguntas frequentes, faça delas parte do conteúdo do sua página.

3. Otimizar o Conteúdo

O Google está constantemente trabalhando em diferentes maneiras de exibir conteúdo mais relevante, o que significa que você deve otimizar seu conteúdo para torná-lo mais fácil para eles. Faça o seguinte:

Otimize os trechos em destaque: Os trechos em destaque que aparecem em SERPs (página de resultados) geralmente são seguidos por uma imagem e uma resposta direta à pergunta do usuário para que eles nem sequer tenham que clicar na página para obter uma resposta. Divida seu conteúdo em etapas para que possa ser lido como uma instrução clara e escolha uma imagem relevante.

Utilize Listas: Artigos-listas são sempre populares com qualquer tipo de público, seja eles ordenados ou não ordenados. Uma vez que as pessoas procuram conteúdo em primeiro lugar, listas lhes dão a chance de fazer isso através do uso inteligente de opções cativantes. Veja um exemplo abaixo:

conteudo otimizado

HTML correto: tornar o seu HTML semanticamente correto pode dar um pouco mais de trabalho, mas esse código é preferido pelos rastreadores do mecanismo de pesquisa. Além disso, o conteúdo HTML semanticamente correto resulta em tempo de carregamento mais rápido.
Otimização de palavras-chave – Enquanto o preenchimento de palavras-chave é uma coisa do passado, o uso estratégico e inteligente de palavras-chave segue sendo relevante. Mas, também depende de onde você deseja inseri-los. Por exemplo, os locais mais efetivos para inserir sua palavra-chave são seus títulos, conteúdo, URLs, bem como títulos de imagens e texto alternativo (o atributo “alt” existente nas tags de imagens. <img alt=”Bolo de Chocolate” …> ).

Otimizar títulos e descrições: Com títulos, você tem um espaço de cerca de 65 caracteres para engajar o usuário a clicar no seu link, bem como para uma busca mais amigável no mecanismo de busca. Isso significa que há espaço para uma ou duas palavras-chave ou frases. As descrições são exibidas abaixo do seu título e URL. Eles não afetam sua classificação, mas eles estão lá para seus leitores.

Se você estiver usando um plugin no seu WordPress, como SEOPressor Connect ou SEO Yoast (veja a imagem abaixo), você tem muitas opções para otimizar seus títulos e descrições tanto para desktop quanto para celular. Veja:

preview de snippet

Use conteúdo relevante: O conteúdo de alta qualidade é essencial, mas sem SEO adequado, os mecanismos de busca não podem dizer se o seu conteúdo é bom.
Você pode fazer com que eles vejam seu conteúdo como mais relevante, incluindo sua palavra-chave ou tópico dentro do título, URL, texto alternativo, bem como dentro de seus artigos. Além disso, o conteúdo precisa ser envolvente, não apenas para outros sites, mas também para você.

4. Otimizar Links

Quando dizemos links, estamos falando o URL da sua página, bem como todos os links de entrada e saída:

URLs amigáveis para SEO: Esse tipo de URLs deve conter uma palavra-chave relevante e descritiva, ao contrário de números aleatórios. Além disso, os URLs que apresentam conteúdo duplicado exigem que você configure um URL canônico para eles (a tag “canonical” do HTML).

Use Links de saída e de entrada: Os links possuem grande peso quando se trata de SEO. Os links de saída para sites de autoridade podem ajudar a aumentar o ranking do seu site, enquanto os links de entrada ajudam os motores de busca a rastrear seu site e determinar quais palavras-chave e páginas são mais importantes.

5. Melhorar a velocidade do site

Um site que carregue rapidamente é muito importante para ganhos em SEO. Você pode melhorar o desempenho do seu site fazendo o seguinte:

Otimizar imagens: imagens de alta qualidade são uma obrigação nos dias de hoje, mas não podem impactar no tempos de carregamento da página. As coisas que você pode fazer incluem:

  1. reduzir as dimensões da imagem: você não deve usar a imagens originais de sua câmera, com resoluções enormes. Imagens grandes, que ocupam a tela toda, precisam no máximo de 1500 pixels de largura. Imagens menores podem facilmente ficar com 600 pixels ou menos.
  2. comprimir a imagem: Você podeutilizar o TinyPNG, por exemplo. Um ótimo compressor de imagens gratuito.
  3. Utilizar uma CDN: Uma CDN dirá para os navegadores qual a melhor forma de baixar as imagens, utilizando caches e roteamentos sofisticados. Além disso, a própria CDN pode comprimir as imagens, sob demanda.

compactacao de imagem

Cache do navegador: com o cache do navegador, os arquivos do seu site são salvos em no dispositivo do usuário, o que significa que, quando eles visitam o site novamente, ele irá carregar muito mais rápido. Para habilitar a configuração do navegador, você precisará editar o código dos cabeçalhos das solicitações de seus arquivos de recursos (ou utilizar uma CDN).

Use uma CDN ou Rede de entrega de conteúdo (Content Distribution Network): Uma CDN é uma rede de servidores que são colocados em todo o mundo e que armazenam em cache o conteúdo de suas páginas da web, como imagens, scripts e assim por diante.
O uso de uma CDN permite que o conteúdo estático seja baixado do ponto mais próximo do usuário, o que resulta em uma velocidade de carregamento muito maior. Além disso, CDNs otimizam o uso das caches dos navegadores e comprimirem os arquivos de texto e até as imagens.
As CDNs são muito importantes para acelerar o carregamento de páginas Web, por isso seu uso tem crescido tanto no Brasil e no Mundo e, também por isso, é um ponto muito falado neste artigo.

cdn

6. Use HTTPS em vez de HTTP

O HTTPS possui inúmeras vantagens, desde o ranking do Google até um aumento da segurança e da privacidade. Simplificando, o HTTPS garante que o seu site não seja alterado por um terceiro, e torna os dados dos seus visitantes mais seguros. Todas as comunicações também são criptografadas, o que o torna adequado para lojas e lojas online.

Além disso, junto com o HTTPS pode-se utilizar o suporte ao HTTP/2, que é a nova versão desse procolo e proporciona ganhos excelentes na velocidade de carregamento pelo fato de fazer todas requisições em uma única conexão, ao invés das dezenas de conexões feitas pela versão antiga do HTTP.

Normalmente é necessário pagar pelos certificados SSL, que permitem o uso de HTTPS. No entanto, você pode encontrar uma solução de SSL Gratuito neste link.

A palavra final

O SEO é necessário para ajudar o Google a perceber que seu conteúdo é útil e relevante. Se você fizer isso, recompensará seu site ou seu blog com o ranking que merece. No entanto, apenas concentrar seus esforços de SEO em seu conteúdo não é suficiente.
Os truques de SEO apresentados aqui são um herói desconhecido quando se trata de classificação, e é por isso que você deve dedicar algum tempo e esforço para torná-lo tão bom quanto possível.

Em tempo:
• Você está implementando alguma dessas táticas técnicas de SEO hoje?
• Você tem algumas dicas adicionais que você gostaria de compartilhar ou sugerir?
• Você se preocupa em fazer SEO para o seu conteúdo?

Como sempre, gostaríamos de ouvir de você, então deixe seus comentários abaixo.